08 novembro 2016

Revolta

Nunca pensei encontrá-lo naquele local. Tão cheio de tudo, tão cheio de nada. O espanto sufocava-me! Só pensava fugir do olhar frio, que tão bem conhecia.  
revolta indizível e a repetição da cena eram insuportáveis. 
Aproximou-se. Senti-me sem pinga de sangue, como se entrasse, pela primeira vez, no comboio fantasma. 
De repente, apercebi-me, ele tinha que desaparecer!
Um líquido, morno e pegajoso, escorreu-me pela mão… Fugi. 
Mais tarde, junto ao rio, vi que perdera a navalha.
Carla Augusto, 48 anos, Alenquer

Desafio nº 92 – associar: frio, espanto, revolta e repetição

Sem comentários:

Enviar um comentário