06 dezembro 2016

Ao sabor da vida

Vivi sempre ao sabor da vida.
Foi um percurso sinuoso, sem sorte.
Senti-me sempre como um verdadeiro trapo.
Só agora percebo… não deixo obras…
Olho para o resto da vida
Sem tempo, sem espaço para remedeios
Sobra agora apenas a reflexão possível
Na vida não há destinos retos
Optem sempre por descobrir as ofertas 
Abram afincadamente a porta da vida
Topem o que é possível concretizar
Vale a pena optar por viver
E terão aproveitado muito mais
Amélia Meireles, 63 anos, Ponta Delgada

Desafio nº 113 – anagramas em frases de 6 palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário