27 dezembro 2016

Cuidado com as zombarias

Zé era desembaraçada, mas ao Azevedo isso pouco importava! De voz sempre alta, zombava agora das azevias que a mulher fazia. Vazio de culpa, nem uma vez a deixava em paz! Zombava dela todo o dia, tão alto que toda a vizinhança ouvia. 
Até que um dia deixou de ser capaz.
Cansada da zombaria, Zé fez as malas enquanto a vizinhança dormia. Não olhou para trás. O Azevedo chora agora pelas azevias que deixou levar enquanto dormia.
Anabela Risso, 24 anos, Évora

Desafio nº 96 – palavras com Z e V

Sem comentários:

Enviar um comentário