25 dezembro 2016

Em busca da felicidade

– Eu adoro-te!
– E eu acho que mudar de vida não implica que me deixes!
– É o meu futuro!
– Eu vou para o Exército em busca da minha felicidade.
– E tu vais ter de procurar o meu amor também.
– Sabes que vamos partir em direções opostas?
– Eu assumo isso, e também que o meu caminho não vai estar ligado ao teu…
– Peço-te que não te esqueças de mim…
– Amar-te-ei para sempre, meu amor.
Partiram então em direções opostas.
Paula Barragán, 16 anos, IES Rodríguez Moñino, prof. Catarina Lages
Desafio nº 11 – diálogo com frase final imposta: Partiram então em direções opostas.

Sem comentários:

Enviar um comentário