13 dezembro 2016

Não ler

Em criança, liam-me sempre contos para dormir e quando comecei a estudar, aprendi a ler. Então, deixaram de contar-me contos e agora tenho que ler sozinha, tenho que ler sempre por obrigação, não me deixam ler em voz alta e sinceramente sinto-me abandonada.
Além disso, gostaria de ler só algumas coisas e também de saltar páginas, ou mudar de livro ou simplemente de não ler. Eu quero voltar a ser criança. Eu tenho direito a não ler.
Mª Ángeles Gil Iglesias, 58 años, Salamanca, prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio Escritiva nº 14 – direitos da criança

Sem comentários:

Enviar um comentário