21 dezembro 2016

Ora, fiz de propósito!

Atendi o telefone, vinham jantar.
Fiquei eufórica, fazia tempo que não os via.
– Vou preparar o prato preferido dela!, pensei.
Fui fazer as compras.
O tempo passava, tudo corria bem, até estava com medo,
pois não era costume.
Quase na hora de chegarem, lembrei-me de provar...
– Meu Deus! Que faço agora? Como é que me esqueci de comprar. Pensarei numa desculpa, sou boa nisso.
– Ó mãe, esqueceste-te do sal?
– Não, tu disseste que a Lena era hipertensa.
Natalina Marques, 57 anos, Palmela
Desafio Escritiva nº 15 – falta um ingrediente e o jantar é dali a nada…


Sem comentários:

Enviar um comentário