13 dezembro 2016

Será?

Gota de ilusão, quase sem fim,
Não temo a morte, tão certa.
Meu medo é a vida vazia,
Cama arrumada, luz acesa, porta aberta...

Optar por quê? Por onde ir?
Então parto rumo ao tempo perdido,
Sem gato ou sapato, sem porvir.
Solidão é toga, pesa o ombro,
E o caminho que me meto,
Só a diva solidão sabe onde seguir...


Desafio sem mote, sem outra chance,
Flores, esperança, será como disse Davi
                Reticências, vírgulas ou ponto final? 

Roseane Ferreira, Estado do Amapá, Macapá, Extremo Norte do Brasil
Desafio nº 113 – anagramas em frases de 6 palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário