13 dezembro 2016

Ter problemas!

Quando pequena, lembro-me de ouvir os adultos dizerem que crianças não têm problemas. Naquela época, falava-se muito do Vestibular, um exame para entrar na universidade, enfrentado pelos jovens para depois escolherem uma profissão. Pensava naquilo com certo terror, pois sabia que um dia chegaria para mim e todos diziam que era dificílimo. E ainda tinha que aguentar ouvir dos adultos: “O que queres ser quando cresceres?”. Ora, quanta pressão! Reivindico o direito das crianças a terem problemas!
Clara Bezerra Souto, 28 anos, Salamanca, prof Paula Pessanha Isidoro
Desafio Escritiva nº 14 – direitos da criança


Sem comentários:

Enviar um comentário