03 janeiro 2017

Ainda sou

Em mim, cá dentro, a emoção, em tudo o que vivo e sinto.
Está sempre lá. Umas vezes, intensa. Outras, muito leve.
Envolve os meus pensamentos, as minhas vontades.
Ao agir, procuro nela o equilíbrio com a razão.
Sempre assim foi. Hoje, ainda é. Amanhã, estou certa, assim será.
Assim sou e existo.
E quando, cá dentro, Tudo é Muito, valem-me o branco do papel e a dança das palavras.
E foi por isso que me escrevi...
Paula Tomé,
 44 anos, Sintra
Desafio nº 100 – «e foi por isso que me escrevi»

Sem comentários:

Enviar um comentário