15 janeiro 2017

Bule adorado

Tenho um bule rachado
Branco e imaculado
É mais velho do que eu
Foi a minha avó que mo deu

A racha é pequenina
Fiz-lha eu ainda menina
Mas ninguém dá por nada
Ponho a tampa fica logo bem vedada

Sirvo o chá à minha prima
Cidreira, tília ou lúcia-lima
Seja limão ou canela
Ninguém dá por ela

O meu velho bule rachado
Por todos nós é adorado
No seu tom esbranquiçado
Tem na bica um dourado
Ana Maria Troncho, 66 anos, Academia Sénior de Estremoz

Desafio nº 4 – começando a frase “Sou um bule rachado, sou”

Sem comentários:

Enviar um comentário