16 janeiro 2017

No andebol

A sua mão esquerda era fenomenal para os remates à baliza nos jogos de andebol.
O seu lugar de ala não estava em perigo, mas aquela entorse no dedo polegar era mesmo indesejada. 
A bola vinha projetada com tanta força que ao segurá-la, o dedo ficou dobrado e sentiu uma terrível dor.
O jogo não pára, a mão direita segura a bola até à baliza adversária. Remata num golo incrível. Afinal conseguiu. Eu sabia que era capaz!
Alda Gonçalves, 49 anos, Porto
Publicada no blog - www.macadejunho-mafaldinha.blogspot.pt

Desafio RS nº 45 – «Eu sabia que era capaz!»

Sem comentários:

Enviar um comentário