01 fevereiro 2017

Caldo entornado

Pensei que a única forma de passar a Matemática era roubar o teste. Falei com o Manel Empadas, pois duas cabeças pensam melhor que uma, e ele aceitou ajudar-me. Combinámos tudo. Quando chegámos à sala de professores, estavam cinco a distrair a setôra. Aproximei-me, meti a mão na pasta. Estava nervosíssimo, mas tirei o teste. Corri para a nossa sala e partilhei o prémio. Decepção total! Era o teste errado. Éramos cozinheiros a mais, entornámos o caldo
Filomena Mourinho, 43 anos, Serpa

Desafio nº 90 – com provérbios contraditórios

Sem comentários:

Enviar um comentário