14 fevereiro 2017

Chamaste-me

Olhaste-me com o olhar frio de quem deixou de amar assim que o decidiu. Nas palavras mal ditas, o espanto de não sentir o amor do outro, a dor do outro, o outro. A tua amargura estampada na voz causou-me a revolta de ter amado, numa sensação de vómito calado pelo medo de te perder. Chamaste-me. E eu fui, sabendo que os dias que se seguiriam seriam mera repetição do tormento de te amar de lágrimas engolidas. 
Filomena Mourinho, 43 anos, Serpa

Desafio nº 92 – associar: frio, espanto, revolta e repetição

Sem comentários:

Enviar um comentário