15 fevereiro 2017

Combustível da vida

Quando é preciso abrir a alma para escrever histórias, nunca me surge nada! Enquanto uns estão de "portas abertas" para escrever, outros fecham-nas como se fossem uns autênticos robôs, sem sentimentos e sem sonhos.
Eu confesso que me alimento de sonhos nos dias em que temos dificuldade em encarar a vida com um simples e sincero sorriso. Por outro lado, não gosto muito, pois sinto que minto a mim própria... Porém, sonhar é o "combustível" da vida.
Helena Bretes, 13 anosColégio Paulo VI – Gondomar, Prof.ª Raquel Almeida Silva

Desafio RS nº 34 – frase de Mia Couto

Sem comentários:

Enviar um comentário