02 fevereiro 2017

Esperança de Jó

Jó tinha uma esperança, que parecia uma profissão, cria cegamente no dia seguinte, onde depositava todas suas fichas como um jogador compulsivo. Ainda que alguma coisa viesse dar errado, ele sempre dizia para si, que amanhã tudo seria resolvido em nome de Deus. Jó sabia que na vida nem sempre as coisas acontecem no nosso tempo. Evocava as bênçãos do Pai com fervor antes de dormir. Era assim, que sempre dormia tranquilo, pois acreditava no amanhecer feliz.
Toninho, 60 anos, Salvador Bahia-Brasil

Desafio nº 115 – frase de Valter Hugo Mãe

Sem comentários:

Enviar um comentário