21 fevereiro 2017

Lembro, lembro

Era o aniversário de casamento.
Os filhos na casa dos avós, calhava bem.
Fiz-lhe o prato preferido, pus na mesa velas, uma jarra para as flores,
que receberia.
Prolongou-se a hora da chegada.
As velas apagaram-se, dando lugar à escuridão que ocultava as lágrimas da desconfiança. 
― Ó!! Querida desculpa... Mas... Sabes, encontrei o João, não nos víamos desde o liceu, distraí-me com as horas, lembras-te dele?
― Lembro, lembro-me tão bem, que esta noite vais dormir no sofá.
Natalina Marques, 57 anos, Palmela

Desafio Escritiva nº 17 – desculpas criativas

Sem comentários:

Enviar um comentário