04 fevereiro 2017

Livres

Quando se fecha uma porta, abre-se uma janela. E se não se fechar a porta? E se os sonhos forem demasiado grandes para entrarem pela janela? Ficarias espantado se visses, mesmo que de relance, a imensidão da inocência de alguns. A criatividade de alguns para sonharem num mundo tão bondoso… Com um coração de portas sempre abertas! Ainda com a esperança de que se espantem e de que corra tudo bem. Pois, realmente, quando sonhamos somos livres.
Ana Nogueira, Filipe Santos, e Maria Outeiro, 13 anos,
Colégio Paulo VI – Gondomar, Prof.ª Raquel Almeida Silva

Desafio RS nº 34 – frase de Mia Couto

Sem comentários:

Enviar um comentário