01 fevereiro 2017

Não digo

Desculpem lá, mas sempre me disseram que no momento da passagem de ano, quando estou com as passas na mão, a pedir os desejos, não devo contar a ninguém, pois, diziam-me, assim não se realizavam. Ora, como eu quero mesmo muito que eles se realizem, apesar de já passar um mês, eu não vou dizer, porque ainda não se realizou nenhum... mas ainda acredito. Talvez o realizador de desejos esteja com algum atraso, doente ou com amnésia.
Sérgio Quitério, 11 anos, 6ª, Olhão, prof Cândida Vieira

Desafio Escritiva nº 16 - promessa de ano novo por cumprir

Sem comentários:

Enviar um comentário