14 fevereiro 2017

Ser feliz

Sente-se invadido, preso por um turbilhão de pensamentos. Precisava saber a razão da mudança. Tornou-se polémica a aceitação, mas que grande confusão, diluir o obsoleto de forma precisa.
Coração fatigado, farto de ser pisado, resgatado sem pudor. Precisava de uma nesga de luz e sorte! Chega à conclusão que, juntando a regra dos três simples, só lhe resta mesmo agarrar no trevo, multiplicar as ideias, e acreditar ser capaz de caminhar com o propósito de ser feliz!
Prazeres Sousa, 53 anos, Lisboa
Desafio Rádio Sim nº 46 – 12 palavras impostas

Sem comentários:

Enviar um comentário