24 fevereiro 2017

Só azares

Olhei o relógio, Andreia estava atrasada. Ultimamente era quase todos os dias, já não sabia que dizer para a desculpar.
O chefe espreita pela porta quando uma Andreia afogueada entra no escritório.
― Peço imensa desculpa, o taxista enganou-se no caminho depois tivemos de empurrar o carro, pois ficámos sem gasolina, não tinha rede no telemóvel!
O chefe olha para ela.
― A sua avó está bem?
― Sim. Porque pergunta?
― Entre tanto azar, foi a única coisa que faltou.
Carla Silva, 43 anos, Barbacena, Elvas

Desafio Escritiva nº 17 – desculpas criativas

Sem comentários:

Enviar um comentário