11 fevereiro 2017

Talvez...

Estava PRESA na CONFUSÃO, pela grande MUDANÇA proporcionada pelo triste destino, e sem SABER da maldita POLÉMICA, por ter PISADO o risco.
Não teve sequer uma NESGA de arrependimento, no seu CORAÇÃO vazio de todos os sentimentos.
Uma LUZ, que lhe iluminasse os fracos neurónios.
JUNTANDO, com isso tudo, mais o SIMPLES facto de me oferecer um TREVO, em vez de um ramo de rosas, ou até mesmo malmequeres.
Com um pouco de sorte, talvez lhe perdoasse.
Natalina Marques, 57 anos, Palmela

Desafio Rádio Sim nº 46 – 12 palavras impostas

Sem comentários:

Enviar um comentário