28 fevereiro 2017

Um grito na noite

Gorgolejava tristes sons a guitarra melancólica
como preta garça na noite escura,
gatunando o coração com garra afiada.

Apaixonada deixava, gostosa, ouvir aquele canto
gazeado entre as nuvens grisalhas
da imensurável saudade,
galgando sombrias névoas amorosas.

Gemia, queixumeira, lançando sonhadoras grunhidelas
com aromas de ginjinha na noite estrelada,
gloriando-se em perigosas façanhas.

Gabava-se, vaidosa, com sutil gaucharia
sulcando qual veloz galeota
as tempestuosas vagas geladoras.

O seu lamuriento grito
ressoou naquelas profundas grutas
libertando-se da sua gaiola.
Mónica Marcos Celestino
, 43 anos, Escuela Oficial de Idiomas, Salamanca (Espanha)
Desafio nº 57 – palavras começadas por G em todo o texto, estando entre cada palavra com G, poderá haver até três palavras livres

Sem comentários:

Enviar um comentário