22 março 2017

Alda ― desafio escritiva nº 18

Na sala do avô existe um relógio que está sempre tic-tac, tic-tac, ritmado dia e noite. No inverno quando o vento sopra lá fora, vuvuvuuuu, o nariz a pingar, atchim, atchim, sabe bem adormecer no sofá com o Tíbias aos pés, ronronron. 

Quando a Joaninha lhe dá beijinhos, smack, salta para o chão e faz miau.
O avô lê na sua cadeira de baloiço e quando se levanta diz: ai-ai-ai, as minhas cruzes!
Sniff, sniff, faço eu.
Alda, 49 anos, Porto

Desafio Escritiva nº 18 ― onomatopeias na história

Sem comentários:

Enviar um comentário