18 março 2017

Amélia Meireles ― desafio RS nº 47

A varejeira à volta da lamparina parecia espicaçar a atrapalhação de Luisinha. Sem hesitação, pegou no xaile. Não seria crime matá-la! Impossível aceitar o grande inseto que perturbava o seu momento místico de solidão. Por quatro vezes tentou. O dedo derrubou a lamparina e
o urso do xaile, primeiro hesitante, depois com uma zanga que não terminava, com a força de um jaguar, qual poder oculto, sem rival, deixou a varejeira falida. Cena bárbara, digna de nota.     
Amélia Meireles, 63 anos, Ponta Delgada

Desafio RS nº 47 – 23 palavras obrigatórias!

Sem comentários:

Enviar um comentário