14 março 2017

Filomena Afonso Mourinho ― desafio RS nº 38

Os números das horas já não lhe diziam nada. Acordava com pis na cabeça e números primos a zumbirem nos ouvidos. O roncar obtuso do marido ofendia a raiz quadrada do seu ser e os grunhidos
que ele fazia na casa de banho faziam-na vomitar equações elevadas a dez. Já não conseguia aguentá-lo. Decidiu, então, fugir. A tangente que lhe fez permitiu-lhe atingir o ponto de fuga perfeito. Nunca mais a viu. Ela tornara-se um número inteiro.
Filomena Afonso Mourinho, 43 anos, Serpa

Desafio RS nº 38 – a matemática dos dias

Sem comentários:

Enviar um comentário