30 março 2017

Francisco Amaro ― desafio escritiva nº 18

Campainhas
Dang dang, tring tring, ftang, ding dong, tantas campainhas! Para quê? Para incomodar, pois, em vez do toc toc, faz-se uma barulheira desnecessária.
E depois, zás, lá vamos a correr para abrir a porta até que há um chinelo no caminho e splash, alguém
no chão. Depois repetem o chinfrim e começa o cão a ladrar ão ão e depois lá vou depressa depressinha, senão, depois oiço a vizinha.
São só complicações por terem inventado tantas campainhas.
Francisco Amaro, 7º ano, Escola de Aranguez, Setúbal, prof. Teresa Alface
Desafio Escritiva nº 18 ― onomatopeias na história

Sem comentários:

Enviar um comentário