22 março 2017

José Jacinto Pereira Peres ― desafio nº 91

Embora brasileiro e atração no balneário, novo na terra, motivo de conversa pelas raparigas na escola, a verdade é que Edilson não tinha jeito para jogar futebol. Fazia habilidades, só isso.  Sem proveito para a equipa.

Em pouco tempo, passou de suposta estrela a jogador assobiado. Na final, jogada na capital de distrito, estavam dez mais ele. Uma tortura só de vê-lo. Enfurecido, correu para a sua baliza e marcou golo. Foi a festa!... Na bancada adversária!
José Jacinto Pereira Peres, 44 anos, Castro Verde

Desafio nº 91 – cena metafórica de gota de chuva que acaba numa poça

Sem comentários:

Enviar um comentário