22 março 2017

José Jacinto Pereira Peres ― desafio RS nº 46

Sem perceber porquê, a vida tinha, aos poucos, ficado uma RUÍNA.
Ao entardecer, o RALO irritante recomeçava a cantoria monótona de sempre!!!
Não lhe bastava o METRO cúbico de galerias para viver regaladamente…

Nessa tarde, o bicho, curioso, enfiou-se numa PEÚGA acabada de descalçar.
JUSTIÇA injusta, sem querer, foi parar ao cesto da roupa suja.
Ainda que ao bichano o cheiro fosse DOCE, desconfiança amarga surgiu.
O RELOJOEIRO do coração manobrou, em vão, escusa à lavagem automática.
José Jacinto Pereira Peres, 44 anos, Castro Verde

Desafio RS nº 26 – 7 palavras impostas em 7 frases de 11 palavras

Sem comentários:

Enviar um comentário