10 abril 2017

Domingos Correia ― desafio nº 66

Baile de finalistas
No baile de finalistas, as raparigas tiravam papelinhos numerados dum pote, os rapazes doutro. Formavam pares aqueles a quem saíssem os mesmos números.

Maricéu, minha paixão secreta, tirou o 66.
Olhei o meu:
“99… azar!”, lamentei-me.
E atirei o papelinho que, esvoaçando ao vento, colou-se no gelado dum petiz. Ri-me desta casual malvadez e olhei de soslaio. Tive um sobressalto! Afinal, agora, reparando bem, era mesmo o 66.
Roubei o gelado e, eufórico, fui reclamar meu par!
Domingos Correia, 59 anos, Amarante

Desafio nº 66 – números 66 e 99

Sem comentários:

Enviar um comentário