18 abril 2017

Lia Cunha ― desafio nº 37

Num belo e frio inverno, um menino bonito de nome Miguel encontrou no bosque frondoso um esquilo cinzento, e tentou mexer-se sem que o esquilo tivesse medo. Sugeriu-lhe que o seguisse. O
que sucedeu. O esquilo pulou, pulou por todo o sítio.
E o menino deixou de o ver. Ficou muito triste, depois esqueceu-se do sucedido e voltou muito feliz.
Depois de muito tempo, lembrou-se do episódio cómico do bicho e contou tudo de um só fôlego. 
Lia Cunha, 10 anos, Faro

Desafio nº 37 – uma história sem usar a letra A

2 comentários: