06 maio 2017

Manuela Branco ― desafio RS nº 48

Vou deixar de olhar por esta janela!
Faz tempo que só vejo caras tristes, enrugadas e de olhos mortiços. Tenho saudades da menina linda
que via todas as manhãs. Olhos brilhantes, sorriso aberto, esperança no rosto.
― Mãe, onde está?
― Ah, está aqui a olhar-se no espelho. Venha lanchar que sua neta acabou de chegar.
Quando saí daquela janela, lá estava ela, radiosa como eu a lembrava.
― Já viu mãezinha, como cada dia ela se parece mais consigo?

Manuela Branco, 60 anos, Alverca
Desafio RS nº 48 ― um rosto diferente no espelho

Sem comentários:

Enviar um comentário