01 junho 2017

Margarida Fonseca Santos ― 77 joints

Pedia-me a doutora Filipa que escrevesse para adolescentes, e eu sem saber como fazê-lo. Apresentou-me então uma família ― a do Francisco. Falámos de truques para aguentar os dias mais difíceis. Ficaram-me gravados na memória, no coração. O seu sorriso entrou em mim para permanecer em todos os momentos, sempre. Guardei igualmente a mãe, Ana, que zela sem abafar, partilha sem assustar, sorri com a esperança no rosto. Há pessoas que nos mudam. Conhecer o Francisco foi assim.
Margarida Fonseca Santos, 56 anos, Lisboa
(deste encontro resultou o primeiro passo para o livro «Está nas Tuas Mãos») - sem ti, Francisco, sem si, Ana, não saberia escrevê-lo. Obrigada. Livro solidário para a ANDAI, prefaciado pela doutora Filipa Ramos)

Sem comentários:

Enviar um comentário