25 junho 2017

Matilde Pires ― desafio nº 74

O rio e a cabra
Lá estava eu no meu moinho, situado junto a uma ponte que atravessava o rio Douro de um lado ao outro.
Ali próximo, havia um prado deserto, onde apenas passavam os pastores, juntamente com as suas cabras. Uma delas era especial. Aquela cabra, sempre que por ali passava deitava-se junto ao rio e olhava para ele seriamente.
O que será que aquele rio tinha que tanto fascinava o animal? 
Seria o seu reflexo? Seria a sua beleza?  
Matilde Pires, 13 anos, Montijo, Escola Secundária Jorge Peixinho, prof São Almeirim

Desafio nº 74 – nada em que se transformara

Sem comentários:

Enviar um comentário