21 agosto 2017

Maria do Céu Ferreira ― desafio nº 123

Coimbra no coração
Ticas, de capa preta,
Ia aprumada e altiva,
Direitinha como um fuso,
Enfeitada como diva!

Acompanhava a amiga,
Leve e desembaraçada,
sua Tocas querida
Ao belo ramo abraçada!

Era um caso de amizade,
De empatia e mais ainda,
De peripécias e estudo
Na cidade de Coimbra.

Finalmente eram doutoras,
Iam à queima das fitas,
Sentiam-se umas senhoras,
Fantásticas e finalistas!

Só restava a nostalgia
Que envolvia a tradição…
Capas negras… Que magia!...
Coimbra no coração!
Maria do Céu Ferreira, 62 anos, Amarante

Desafio nº 123 – palavras com letras de justificado

Sem comentários:

Enviar um comentário