13 março 2018

Rafael Souza ― desafio 76


Nunca, Pai…
Serei pai?
Se eu fizer alguma vez de pai
Estarei sempre a falhar
A imaginar a maneira
de te acariciar
humildemente terias
de te afastar.
Alguma presença irá faltar?
Na ausência de um pai
Facilmente deixar de ter de segurar
Insistentemente terás de trabalhar
Dá e saberás um dia
Que és meu pai
Sim, é ela que me
Segura e segurará
Talvez certamente nunca farás,
Mas se te visse, iria afastar-me
Para nunca te ver
Rafael Souza, 6º M Casa Pia de Lisboa – CED Nuno Álvares Pereira – prof. Teresa Monteiro
Desafio nº 76 – escrever sem a letra O


Sem comentários:

Enviar um comentário