25 abril 2018

Diário 77 ― 31 ― O mar

O mar enredou-lhe os pensamentos, e ela deixou. Descartou-se de momentos passados e exaltou-se com momentos desejados. Sentiu-se diferente – já não era um ponto final suspenso na rocha. Não encontrou o vazio que carregava, nem questionou a vontade que surgia.
Deixou-se ficar, quieta. Abandonou o olhar nas ondas, deixou que lhe trouxessem outras verdades. Transformou-se num mar mais forte, mais azul, tão mais possível.
E reencontrou-se em cada onda que sentiu e que não deixou para trás.
Margarida Fonseca Santos


2 comentários:

  1. Boa tarde, Margarida!
    O mar - grande cenário para belas experiências e
    reflexões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E custa tanto passar sem ele, não é?
      Um grande beijinho, Celina

      Eliminar