20 maio 2018

Joana ― desafio 103


Sei que te magoei de forma inexplicável, que o que fiz era algo imperdoável. “Quem ama perdoa” diziam eles, mas eu não podia pedir-te tal coisa. Nada mais havia a fazer senão esperar, esperar que me perdoasses, esperar que o destino nos juntasse novamente. Se tivesse evitado apaixonar-me por ti daquela maneira, tudo teria sido bem mais fácil. Agora, restava apenas a esperança dentro de mim, a esperança de que, um dia, voltarias para os meus braços.
Joana, 9°ano, 14 anos, Colégio Paulo VI, Prof. Raquel Almeida Silva
Desafio nº 103 – 3 frases impostas por ordem

Sem comentários:

Enviar um comentário