10 julho 2018

Helena Rosinha ― desafio 36

coração balançava, saltava dentre o cavado sulco dos seios. O próprio andar fazia-o oscilar para cá, para lá, para cá… Ondulando no seu irresistível jeito de diva, saiu do aeroporto. No fluxo de turistas, no trânsito intenso, sentia-se o pulsar da cidade. O taxista, sem senão, levou-a à morada em Gondomar. Aí, enquanto ouvia explicações não solicitadas, ela, que não falava português, mas sabia o que queria, pegou no coração e, encostando-o à orelha, disse: Arrrrecadas!
Helena Rosinha, 65 anos, Vila Franca de Xira
Desafio nº 36 – uma frase de um conto de autor, usando as palavras por ordem inversa
Mas ela não ouvia senão o pulsar intenso do seu próprio coração.
Ernest Hemingway, As Neves de Kilimanjaro

Sem comentários:

Enviar um comentário