04 julho 2018

Maria Loureiro ― escritiva 33


Colocado no arquipélago dos Açores, João, agora fuzileiro da frota de combate da marinha portuguesa, tem saudades da sua última turma da escola secundária, do coro aos domingos, da biblioteca onde namoriscava mais do que estudava. Foi disto que se lembrou ao olhar a miúda gira, que passeia na marginal. Também se lembrou do pomar dos tios, das laranjas sumarentas e, de manhãzinha, do cantar dos pássaros em alegre sinfonia. Está visto, precisa de férias. Em casa.
Maria Loureiro, 63 anos, Lisboa
Escritiva 33 ― 7 nomes coletivos

Sem comentários:

Enviar um comentário