31 julho 2015

Novo dia


A porta bateu, e caiu como uma pesada pedra sobre o seu futuro.  Sem esperança, sem ilusão, apenas podia confiar no seu fiel cão, sempre ao seu lado mas sem perguntas. Como é que as coisas chegaram até esse ponto? Onde ficaram as promessas, os projetos comuns, as palavras, tantas e tantas lembranças? E agora, só a casa vazia, fria, escura. De repente, um grande clarão apareceu na sala, um novo dia, uma nova vida, sem ele.

Jesús del Rey, 46 anos, Salamanca, Espanha
Desafio nº 94com clarão, porta a bater e ilusão

Sem comentários:

Enviar um comentário