02 fevereiro 2016

Afinal existia solução

Nada mais havia a fazer. O avião já estava de portas fechadas; preparava-se para sair da porta de embarque. ”Além do mais, as saídas internacionais são no edifício a seguir; sempre demora vinte minutos até chegar ao local de embarque.” – esclareceu a funcionária.
Voltou para o carro. A amiga exasperada: “Se tivesse evitado a hora de ponta tinhas conseguido embarcar.”
“Não te preocupes, tenho voo amanhã; trocaram-me o bilhete.”
Agora, restava aproveitar a última noite em Zurique.

Rosa Maria Pocinho dos Santos Alves, 52 anos, Coimbra

Desafio nº 103 – 3 frases impostas por ordem

Sem comentários:

Enviar um comentário