30 março 2016

Uma vida

Acordava higiene, ia à cozinha com a família.
Café, sanduíche, palavras, desejos de bom dia.
Despedida:  06:30 hs. 
A porta abria.  Portão fechava, no ônibus entrava, empresa chegava.
Dia após dia, 51 anos: só 19:00 hs retornava.
Esposa alertava: não leva TÃO a sério,  dê um tempinho, relaxe. A firma não é tua, és só um número lá! Ele teimava.

Anos passaram. Adoeceu.
A firma nada reconheceu!
Continuava a esperar!
Mas a justiça o há de pagar!

Chica, 67 anos Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil 
Desafio nº 105 – frase de Einstein



4 comentários:

  1. Obrigadão,Margarida! Foi bom quebrar a cuca com Einstein,rs bjs, chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o seu texto é para «tantos»!!!
      Beijinhos grandes

      Eliminar
  2. Gostei deste texto, Chica e Margarida.
    Vou olhar este desafio.
    Também concordo com a Chica: gosto de trabalhar,
    mas gosto mais de ficar com a família.

    ResponderEliminar