25 junho 2016

Nem o S. António lhe valeu

Tudo começou com o manjerico e o balão: um murcho, o outro vítima de atropelamento! Mas disfarcei a irritação e seguimos as marchas até ao bailarico. Percorrendo Alfama – aos encontrões! – não precisámos do destino para encontrar uma fogueira. De mãos dadas afoitámo-nos para a saltar. O homem era chumbo: nem saltou nem me deixou saltar. Chamusquei a saia nova! A fúria dominou-me; a sardinha, moída, condenou-o: arremessei-lhe o manjerico e dancei com o garanhão lá do bairro.
Maria José Castro, 56 anos, Azeitão
Desafio Escritiva nº 9 - santos populares com palavras impostas

Sem comentários:

Enviar um comentário