18 agosto 2016

77x77 - Cristina Brito da Cruz

Chow-Li era um maravilhoso tenor coreano com quem toquei na Hungria, na década de 80. Falava
apenas coreano e húngaro. Só comunicávamos musicalmente. No final de um recital com dois encores possíveis, perguntei-lhe, já nos bastidores: “Chow-Li: Verdi or Brahms?” Respondeu-me com um sorriso: “Yes”. Insisti, articuladamente: “Ver-di-or-Brah-ms?” Novo “Yes”, reentrando no palco. Repeti a pergunta, já sentada ao piano. Chow-Li não perdeu o seu simpático sorriso quando o público riu, com gosto, do seu terceiro “Yes...”
Cristina Brito da Cruz

Sem comentários:

Enviar um comentário