21 agosto 2016

77x77 - Pedro Medina Ribeiro

O escritor sentou-se à secretária e encarou a folha branca. 
O café derrotaria as olheiras fundas, o talento venceria a aridez da página.  
Um incipit de antologia abriria o manuscrito. A consagração chegaria num romance seminal, obra maior das letras pátrias; consensual entre a crítica, aclamado pelos leitores, o espírito-do-tempo e a condição humana plasmados em caracteres tipográficos.
Nessa altura, a bebé começou a chorar. O escritor foi mudar fraldas e dar o biberão. Depois, exausto, adormeceu.
Pedro Medina Ribeiro

Sem comentários:

Enviar um comentário