08 setembro 2016

77x77 - Gonçalo Amadeu Paiva

A luz cai no palco como o avesso de uma fogueira. Solto a canção que sobe triste no fogo estático. Tu sempre vieste de mão-dada.
Toquei-a para ti. Disseste Adeus. Soubemos quantas chamas ficariam por cantar no silêncio. Toquei-a mil vezes para ninguém. Toquei-a para outras mil mulheres.
Do meio do fogo vejo-te rente à chama. Pareces feliz nesse teu jeito de sorrir para mim. E, no meio da canção triste, finalmente acendo, quando sorrio para ti.

Sem comentários:

Enviar um comentário