03 fevereiro 2017

A madame Bloque

A doce madame Bloque lança pela sua janela pão e maçã, para atrair um pouco mais de natureza selvagem para a beira da sua casa, numa ilha de Paris. Há um lindo vizinho defronte, que se agarra com unhas e dentes aos manjares da madame. Com uns vistosos quarenta centímetros, rasteja, pé ante pé, de orelhas alerta e leme na cauda. É um cliente "habituel", do qual a madame Bloque é íntima desde sempre ― a cinzenta ratazana.

Eurídice Rocha, 50 anos, Coimbra

Sem comentários:

Enviar um comentário