21/07/12

o desafio nº13, o coração e a Rosa Moreira


Dormência primaveril
Dormente, naquele sono primaveril e lascivo, ouvi aquele som seco e abafado. Entre o sonho e os primeiros raios do dia, não discerni e misturei sensações. Seriam as memórias doces da infância, da chegada do pai a casa com a oferta para a filha casula? O bater do coração aos 17 anos, amor que nunca esqueci e que hoje faz-me ficar assim, perdida, mulher, no amanhecer? Que mais poderia esperar de uma sexta – feira 13? Era barata…!
Rosa Maria Moreira – Mealhada