31/07/13

Ou seja...

– Ou seja, podes ir andando que já te apanho na curva do caminho.
– Mas eu espero por ti.
– Se calhar era melhor ires, ou seja, não esperes que eu ainda tenho umas coisas a fazer e prefiro fazê-las com calma, ou seja, vai e não te rales que eu  já te alcanço.
– Tudo bem, mas depois não te queixes... é que eu posso decidir não te esperar, ou seja (risos), ponho-me na alheta se te demoras demais.

Elisabeth Oliveira Janeiro, 68 anos, Lisboa


 Desafio nº 48 – diálogo em que uma personagem tem um tique de linguagem

Sem comentários:

Publicar um comentário