25/07/13

Pássaros no rio

Seduzidos pelo rio
De pulo em pulo saltitando
Passarinhos, num rodopio
A sua sede matando

Papoilas e rosmaninho
Revestem margens da ria
Rosados e pequenos peixinhos
Que sobre as águas surgia

Paisagem rara de searas
Como folhas de prata sedosas
Pendem madeixas de saudade
São  sonhos de searas majestosas
As rosas perdidas da minha mocidade

Pássaros rumam para sul
Com o rio em murmurinho
Fogem de terras paul
E o marinheiro no rio remando
Sublime meu passarinho


Maria Silvéria dos Mártires, 67 anos, Lisboa
(sem desafio)

Sem comentários:

Publicar um comentário